quinta-feira, julho 25, 2024
spot_img
HomeNotíciasMaricá prorroga prazo para curso obrigatório do PPT

Maricá prorroga prazo para curso obrigatório do PPT

Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, anunciou a prorrogação do prazo para a entrega do comprovante de realização do curso anual obrigatório do Programa de Proteção ao Trabalhador (PPT). Os beneficiários do programa têm até o dia 30 de julho para concluir a capacitação e enviar o documento.

Clique aqui para entrar no WhatsApp do Jornal Itaipuaçu Online e ficar por dentro do que acontece em Itaipuaçu.

A não realização do curso pode resultar na suspensão do pagamento do benefício. “Ainda temos uma quantidade significativa de beneficiários que não enviaram o certificado do curso, por isso estendemos o prazo. Reforçamos a importância da realização do curso, não somente para evitar a suspensão do programa, mas também como ferramenta para o aperfeiçoamento profissional dos beneficiários”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Igor Sardinha.

Os beneficiários devem realizar ao menos um curso, seja presencial ou online, em uma das instituições indicadas pela Prefeitura de Maricá ou em cursos oferecidos por suas estatais ou contratadas. O prazo de 30 de julho se aplica aos que ingressaram no programa em julho de 2023. O comprovante deve ser enviado pelo portal dos Sistemas Integrados Municipais (SIM), clicando em PPT e depois em “Envie o certificado de curso”.

As instituições credenciadas para a realização do curso obrigatório incluem:

Sebrae: Cursos Online Sebrae
Secretaria de Desenvolvimento Econômico: Capacitação Maricá
Fundação Bradesco: Fundação Bradesco Cursos
Fundação Getúlio Vargas (FGV): Cursos Gratuitos FGV
Escola Nacional de Administração Pública (ENAP): Catálogo ENAP

Para facilitar o cumprimento da obrigatoriedade, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico desenvolveu um curso específico. Basta assistir ao vídeo e acertar ao menos três das cinco perguntas. Quem optar por esse curso não precisa enviar o comprovante de conclusão para o sistema.

Os beneficiários devem aproveitar essa extensão do prazo para garantir a continuidade do benefício e aprimorar suas competências profissionais.