domingo, junho 16, 2024
spot_img
HomeNotíciasAeroporto de Maricá inicia suas operações com a maior aeronave dedicada ao...

Aeroporto de Maricá inicia suas operações com a maior aeronave dedicada ao setor offshore

Sob a gestão da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), o Aeroporto de Maricá iniciou suas operações com a maior aeronave do setor offshore, o S-92.

Essa aeronave é a primeira de uma frota composta por cinco helicópteros do mesmo modelo, pertencentes à Líder Táxi Aéreo, que já opera com o AW-139.

O voo inaugural da aeronave partiu do Aeroporto de Maricá, que serve como base para a Líder na cidade, com destino à Bacia de Santos. Segundo Marta Magge, diretora de Operações da Codemar, essa realização representa um marco operacional significativo para o Aeroporto de Maricá.

“Essa missão, além de aumentar a arrecadação do aeroporto, certifica a capacidade de carga dos pátios, gerando empregos diretos e indiretos. O S-92 continuará a ser a aeronave preferida no Brasil e no mundo para exploração de petróleo offshore”, adiantou Magge.

O helicóptero pode transportar até 19 passageiros, o que vai aumentar significativamente a quantidade de pessoas no terminal de passageiros. Atualmente, o modelo de operação AW -139 tem capacidade para 12 passageiros.

Para o superintendente de Operações da Codemar, Isaac Nascimento, o crescimento do Aeroporto de Maricá é reflexo de um trabalho realizado desde 2016.

“A consolidação do aeroporto como base offshore aconteceu a partir do momento em que a Petrobras trouxe as primeiras quatro aeronaves da Omni Táxi Aéreo, no ano passado, e uma da Líder Táxi Aéreo neste ano, para iniciar suas operações atendendo a Bacia de Santos”, comentou.

Ele ainda destacou que essas próximas aeronaves que vão chegar para atender o Campo de Búzios, para consolidar a permanência da Petrobras no Aeroporto. “Tendo em vista segurança operacional, proximidade com as plataformas, os serviços prestados pelo Aeroporto, além de procedimentos de pouso por instrumento exclusivo para helicóptero. É um grande diferencial que nós temos aqui, que possibilita que a aeronave pouse com tempo ruim”, completou.

A construção do pátio 3, que contempla 14 posições de estacionamento para aeronaves de grande porte, está em pleno andamento, com previsão de conclusão no início de 2024, coincidindo com a inauguração do novo Posto de Abastecimento de Aeronaves. Adicionalmente, até o segundo semestre de 2024, está prevista a implementação do pátio 4 e a construção de novos hangares no local.