domingo, junho 23, 2024
spot_img
HomeNotíciasA 8ª edição da Festa Literária Internacional de Maricá recebeu a visita...

A 8ª edição da Festa Literária Internacional de Maricá recebeu a visita de mais de 164 mil pessoas

A 8ª edição da Festa Literária Internacional de Maricá (Flim), apresentada pela Prefeitura de Maricá, por intermédio da Secretaria de Educação, informou que durante os 13 dias de feira, o evento atraiu 164.125 participantes, sendo realizado em uma área de seis mil metros quadrados nos arredores da Praça dos Gaviões, em Itaipuaçu.

Clique aqui para entrar no WhatsApp do Jornal Itaipuaçu Online e ficar bem informado!

Desse total, 129.866 eram adultos interessados em literatura geral, e 34.259 eram crianças. Em termos de gênero, destaca-se a presença de 62% do sexo feminino e 38% do sexo masculino.

Ao longo do evento, foram vendidos um total de 373.878 livros das 219 editoras participantes, demonstrando a notável demanda e interesse do público por obras literárias durante a feira. Nesta edição, o cantor, compositor e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), Gilberto Gil, foi o grande homenageado. Gil foi recebido pelo prefeito Fabiano Horta e agraciado com um cartão digital da moeda Mumbuca, além de presentes da prefeitura. Com um violão em mãos, o artista cantou dois de seus sucessos, envolvendo o público que lotou a Arena Gilberto Gil no dia 22 de setembro.

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta, celebrou o sucesso da festa literária, destacando as palavras inclusão e multiculturalidade. “A Flim foi um universo de multiculturalidade que tomou conta da nossa cidade e foi lindo de ver como nosso povo abraçou essa oportunidade de consumir saber, cultura, arte, música e muita informação. Um local onde o diferente se encontrou e se fundiu, se respeitou e deu um lindo show de diversidade, encontros e contos”, afirmou.

Já o secretário municipal de Educação, Marcio Jardim, preferiu ressaltar a diversidade das atrações:

“Tenho a certeza que a Festa Literária Internacional de Maricá (Flim) encantou a todas as mais de 160 mil pessoas que passaram por lá nos 13 dias de evento. Tivemos rodas de conversas com autores e escritores consagrados durante a virada cultural que reuniu mais de 219 editoras e espaços especiais dedicados a diferentes públicos, do infanto-juvenil ao adulto. Além do mais, passaram no nosso palco artistas nacionais que animaram o público ao som dos mais diversos sucessos. A 8ª edição da Flim veio para confirmar que Maricá é uma cidade multicultural”, afirmou Jardim.

A edição da Flim realizada de 19 de setembro a 1º de outubro contou com 17 rodas de conversa, trazendo 46 debatedores renomados como Juca Kfouri, Nei Lopes, Miguel Paiva, Hélio de La Peña, Conceição Evaristo, Frei Betto, Luiz Antônio Simas, Sônia Rosa, entre outros. Além disso, houve sessões de autógrafos do deputado federal e ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá, autor do livro de poesias “Cabeça nas Nuvens”, e do livro “Os Aventureiros de Luccas Neto”.

A Flim também ofereceu a FLIMzinha, um espaço dedicado às crianças com apresentações de Bia Bedran, Ana Botafogo, Marilia Pirilo, Mangueira do Amanhã, Pretinhas Leitoras, Passinho Carioca, Verônica Marcílio, Animação Colmeia, entre outros. Além disso, foram realizados 13 shows no Palco “Sete Sóis Sete Luas”, que contou com a participação de artistas como Daniel Jobim, neto do compositor Tom Jobim, Sala Cult, Bruna Mandz, Adriana Calcanhotto, Zélia Duncan, Caçula, Jô Borges, Lucas Félix, Vivi Serrano, Maneva, Teatro Mágico, Flávia Bittencourt e uma apresentação especial do espetáculo de dança Cia Filhos do Samba. Este espaço também abrigou a Vila Pé de Maricá, uma homenagem à árvore que dá nome ao município, contando com 76 estandes voltados para o público infanto-juvenil.

O Porão Cultural foi reservado para apresentações de artistas locais de diversas vertentes. Na Tenda Literária, foram disponibilizados 154 estandes para a venda de livros, enquanto na Tenda Festart foi proporcionado um amplo espaço com puffs para descanso. Por fim, a Tenda Codemar + Recarregue-se foi um local equipado com redes, cadeiras de praia e tomadas para recarregar a energia e os aparelhos celulares.

No estande da Secretaria de Saúde na FLIM, foram administradas 867 doses contra a Covid-19. Desse total, 766 pessoas foram contempladas com o reforço bivalente, conferindo proteção contra as variantes mais recentes, como a Éris (EG.5), enquanto 101 crianças receberam a dose pediátrica. O público composto por maiores de 18 anos e adolescentes a partir de 12 anos, imunossuprimidos ou portadores de comorbidades, puderam receber a vacina bivalente diariamente durante o evento. Por sua vez, as crianças com idade entre 6 meses e 11 anos foram vacinadas de acordo com a faixa etária, nos sábados e domingos da festa literária.