domingo, junho 23, 2024
spot_img
HomeNotíciasItaipuaçu: Para onde vai todo esgoto?

Itaipuaçu: Para onde vai todo esgoto?

Com o alto crescimento imobiliário e populacional dos últimos anos, um dos problemas que se acentuaram no distrito de Itaipuaçu assim como em toda região de Maricá, foi o do saneamento básico. Milhares de casas foram construídas e mais de 100 mil novos moradores chegaram fazendo aumentar o despejo de esgoto e a produção de lixo, assuntos que fazem parte do saneamento básico.

Apesar de problemas recorrentes de atrasos, a coleta de lixo é feita com frequência, mas e o esgoto? Pra onde vai todo esgoto produzido pelas residências em Itaipuaçu e na cidade como um todo?

Como o local ainda não possui rede de coleta de esgoto sanitário (Atualmente, em abril de 2023, apenas 5% da cidade possui coleta de esgoto), o sistema adotado pelas residências deveria ser o de fossa-filtro-sumidouro, mas, grande parte das moradias e comércios despejam seu esgoto na rede de águas pluviais, que deveria receber apenas as águas das chuvas.

A cada nova rua com rede de águas pluviais e asfaltamento, novas ligações clandestinas ocorrem, já que, até então, a rede de coleta de esgoto não era construída junta. Agora, em abril de 2023, a Sanemar (Companhia de Saneamento de Maricá) iniciou obras para construção de estações de tratamento e rede de coleta de esgoto em parte de Itaipuaçu (Jardim Atlântico Leste e Recanto) e em Ponta Negra, tendo como previsão também implementar a rede de esgotamento sanitário no distrito de Inoã e em São José do Imbassaí.

Todo esse esgoto despejado irregularmente em galerias de águas pluviais contamina rios, canais e lagoas do sistema Lagunar de Maricá, tornando a água imprópria para o banho e fazendo se multiplicar as gigogas.

Foto de rede de galeria de águas pluviais em Itaipuaçu, com ligações clandestinas de esgoto. (Arquivo / Maricá Info)
Alagamentos preocupam, pois podem contaminar moradores com mistura da água das chuvas e esgoto. (foto: Arquivo / Itaipuaçu Online)